globalizacao
Dr. Guaracy Rosa

Dr. Guaracy Rosa

Globalização

A globalização é um dos fenômenos de aprofundamento internacional da integração econômica, social, cultural, que teria sido impulsionada pelos meios de transporte e comunicação dos países no final do século XX e início do século XXI. Foi após a guerra fria que a globalização assumiu real importância pela nova organização mundial e interdependência do Estado como estratégia de comércio e autoproteção.

Em decorrência surgiram aspectos positivos e negativos. Os positivos foram a facilidade de transações entre países e mesmo a transferência de tecnologias que surgiam em vários locais. Pelo lado negativo o controle e manuseio, pelos órgãos mundiais, da movimentação de valores econômicos com eventuais prejuízos sociais. Também, a tecnologia teria favorecido a grupos terroristas, como na catastrófica destruição das Torres Gêmeas (World Trade Center – Nova Iorque – 11/09/2001).

Em resumo, foi um avanço significativo para a humanidade, porém, de grande preocupação de países hegemônicos.

A importância do conceito de globalização, pela ótica do Monismo é que evidencia um amadurecimento da humanidade no seu processo evolutivo, pois é um grande passo para a unificação dos povos que é o princípio social da filosofia monista.

Unificação, aproximação, reconciliação, união, fraternização, igualdade e respeitabilidade entre todos.

Sob o aspecto monista é um grande salto social e humano. Agora, como consequência, virão preocupações como a fome mundial, a destruição das reservas mundiais, das riquezas naturais como a água, petróleo, minérios, etc., com total cooperação, pois os homens começam a entender o significado da passagem bíblica em Gálatas 6:7 : “Não se iludam, pois com Deus não se brinca: cada um colherá aquilo que tiver semeado”. É hora de corrigir o que está errado e rever conceitos equivocados e arcaicos no âmbito das religiões, da distribuição de renda, das desigualdades sociais e raciais, utilizar as conquistas científicas em benefício de todos e não de minorias. Todas essas sugestões são conhecidas há muito tempo, porém chegamos ao limite da tolerância biológica e agora é questão de sobrevivência da humanidade.

Não há mais tempo! Vejam a poluição ambiental! A devastação das florestas, a destruição da fauna e flora, a disseminação do vício de tóxicos, a criminalidade batendo à sua porta, a inversão de valores na direção de países e a inversão de princípios, pois colocam um ser humano na condição de mais um número na multidão, quando ele é o ser mais importante do universo, pois é Deus presente.

É preciso corrigir com a força? Não e não, é preciso conscientizar as pessoas da sua verdadeira natureza. Por esse motivo é que estamos tentando divulgar o Monismo, que achamos ser a única solução para sobrevivermos desse caos que criamos. Não é fácil, não será fácil, mas o tempo irá responder. Ou afundamos de vez ou damos o grande salto evolutivo.

Por esse motivo estamos convidando companheiros, que comungam com nossas colocações, para que divulguem as ideias monistas, não para fins comerciais, pois não é essa a nossa intenção, mas abrir os olhos enquanto é tempo!

Lembramos que todos nós possuímos nossa visão transcendental, que faz parte de nossa onisciência e todos nós sabemos discernir e sentir o que é certo e o que é errado e todos nós sabemos que o momento é grave e preocupante. E a omissão poderá gerar um compromisso cármico, de consequências imprevisíveis.

Em Gêneses 2:4b-25 se revela:

“A importância do homem e da mulher dentro do projeto de Deus é o ponto mais alto e o centro de toda criação. Feito à imagem e semelhança de Deus, possuem o dom da criatividade, da palavra e da liberdade”.

Dr. Guaracy Rosa

Dr. Guaracy Rosa

Formado em Odontologia. Professor de Farmacologia. 48 Anos Carreira Universitária. Integrou Corpo Docente da USP. Doutorado em Farmacologia.

Compartilhe esta postagem
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email